Adotaste um cão? Adota também produtos cruelty-free

A tua família cresceu com a chegada de um novo elemento de quatro patas? Parabéns!! O teu feed de Instagram nunca mais vai ser o mesmo: #puppylove!

O teu novo amigo vai roer os teus ténis favoritos (e a tua paciência) e provavelmente vão chegar a um ponto que parece que percebem a linguagem um do outro. Vais viver memórias para toda a vida com uma companhia de quatro patas. Além de seres responsável por menos um animal abandonado.

Sendo Animal Lover, contribuis para a eliminação da crueldade animal, comprando produtos cruelty-free?

Há por aí muitos cães, ratos, coelhos, gatos e macacos, entre outros animais, que servem de cobaias para testes de produtos de cosmética e beleza de algumas marcas. Felizmente, muitas outras recusam-se a fabricar artigos que usem bichos em testes, pelo que perguntamos: a quem vais comprar?

Qual a importância dos produtos cruelty-free?

Grande, mesmo. Os produtos cruelty-free - produtos de higiene e beleza que não são testados em animais em nenhuma fase do seu Desenvolvimento (que inclui matérias-primas) e de Produção - garantem que fazes um consumo mais consciente. Afinal, se levas o teu cão ao veterinário, se deixas o teu gato deitar-se no sofá, se até compraste uma roda de exercício para o hamster… porque haverias de fechar os olhos à crueldade animal?
Na dúvida, para te certificares que um produto é de facto cruelty-free, procura pelo selo fornecido pela PETAPeople for Ethical Treatment of Animals”, uma organização mundialmente conhecida pela luta pelos direitos dos animais.

Que tipos de testes são feitos em animais?

Diferentes tipos de testes em animais de diversas espécies, incluindo cãezinhos como esse que acabaste de adotar! Por exemplo, testes de irritação ocular e cutânea que expõem os olhos ou a pele raspada ao produto testado, e podem causar dor e ardor, queimadura, irritação ocular e até mesmo a perda do globo ocular, e também testes de medição de toxicidade que podem levar à morte do animal.
Ainda assim, na União Europeia a prática é proibida desde 2009, e a partir de 2013 também a importação de produtos e matérias-primas que imponham sofrimento a algum animal. Porém, em países como a China, os testes em animais já não são obrigatórios, mas continuam em vigor.

A proibição dos testes em animais não compromete as medidas de segurança?

Não, de todo. Nem produtos testados em animais garamtem a segurança dos seus utilizadores. Os testes em animais não são sinónimo de uma utilização segura de produtos de cosmética e beleza por seres humanos porque os organismos de outros mamíferos e anfíbios são muito diferentes dos do sistema humano. Logo, não há argumentos minimamente válidos para se infligir sofrimento aos animais. De resto, e com o avanço da tecnologia, hoje é possível efetuar testes in-vitro para atestar a qualidade e segurança de cosméticos e produtos de beleza. Por isso, tem-se notado a propagação dos produtos sem crueldade animale começa a ganhar força um pouco por todo o mundo.

Um produto vegan é também considerado cruelty-free por defeito?

Não. Um produto pode até ser vegan e ter sido testado em animais. Contudo, é frequente a confusão entre produtos vegan e produtos cruelty-free. No entanto, um produto ser vegan significa que não possui ingredientes de origem animal. Inclusive, existe um selo que certifica que o produto é de facto vegan, sendo que este é concedido pela Vegan Awarness Foundation, uma organização sem fins lucrativos cujo foco é difundir o veganismo.

Agora que já sabes o que é ter um melhor amigo de quatro patas, ajuda a AnimalLife a dar apoio às famílias e sem-abrigo com dificuldades financeiras que põem em questão cuidar dos seus animais. Donativos a partir de 1€ aqui

Pelo interesse demonstrado sobre este tema, que consideramos relevante, gostaríamos de te agradecer com um pequeno presente para usar na primeira encomenda - Adiciona o código YG-BLOG15 no fase final do Checkout. 

Nós agradecemos por ajudares a nossa missão e por contribuíres para um estilo de vida mais sustentável. 

Escreve um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados